O esqueleto, poesia infantil de Walter Nieble de Freitas

3 06 2010

La Catrina, s/d

[La Catrina é um personagem folclórico do México]

 José Guadalupe Posada (México 1852-1913)

gravura aquarelada

O esqueleto

                                                      Walter Nieble de Freitas

Por causa de um esqueleto

Corri a não poder mais:

Assustado entrei em casa

E contei tudo a meus pais

“O esqueleto, seu bobinho,

Nunca foi assombração:

É ele um conjunto de ossos

Dispostos em armação.

Sua função principal

É manter o corpo ereto;

Tem cabeça, tronco e membros

Todo esqueleto completo.

Preste, pois, muita atenção,

Guarde bem, jamais se esqueça:

Somente de crânio e face

Se constitui a cabeça.

O tronco tem só três partes,

Vou dizer-lhe quais são elas:

A coluna vertebral,

O esterno e as costelas.

Os membros são conhecidos:

Os de cima superiores;

E os que servem para andar,

São chamados inferiores”.

Até agora não compreendo

Como é que fui tolo assim:

Correr de um pobre esqueleto

Tendo outro esqueleto em mim!

 Em Barquinhos de papel: poesias infantis, São Paulo, Editora Difusora Cultural:1961.

 

 

 

Walter Nieble de Freitas ( Itapetininga, SP)  Poeta e educador, foi diretor do Grupo Escolar da cidade de São Paulo.

Obras:

Barquinhos de papel, poesia, 1963

Mil quadrinhas escolares, poesia, 1966

Desfile de modas na Bicholândia, 1988

Simplicidade, poesia, s/d

Chico Vagabundo e outras histórias, 1990

O esqueleto humano


Ações

Information

8 responses

3 08 2010
Daniella

Adorei o poema! Ele garante uma introdução perfeita para trabalhar O Corpo Humano na educação infantil. Ah sou professora!

3 08 2010
peregrinacultural

Daniella, que bom que este poema que era usado na sala de aula num passado não muito distante, possa vir a ser de auxílio para uma professora como você. Essa foi a intenção. É um prazer tê-la como leitora do blog. Umm grande abraço, Ladyce

26 10 2010
loreny

esse poema fala sobre o sistema do esqueleto
o sistema é um novo trabalho meu no colegio
tchau
data:26/10/2010

10 11 2010
Alexsandra

eu adorei esse poema falando, e explicando sobre o sistema do esqueleto.
pois faço curso de auxiliar e tecnico de enfermagem, e tenho como estudar mais sobre o assunto.

23 03 2011
estela

e
u adorei esse poema meu pai senpre canta para mim mas canta errado

23 03 2011
estela

eu amo o esqueleto e meu pai tambem ele canta para mim e nunca esqueço e um poema demais

14 08 2012
Ivone Reis

Amo essa poesia, pois foi uma das primeiras que decorei, com meus 7 aninhos de idade, ela estava no meu primeiro livro, ou seja, no livro da primeira série (primeiro ano primário) à época dos fatos.

17 04 2013
fernanda

muito bom esse poema era bem o que eu queria parabéns!!!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.280 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: